Mutilação Genital Feminina em Portugal: Prevalências, dinâmicas socioculturais e recomendações para a sua eliminação

(2014-2015)   O tema da Mutilação Genital Feminina é um problema social de reconhecida gravidade, assente em questões de discriminação e estigmatização com base no género, refletindo uma das muitas formas de violência contra as mulheres – física, psicológica, sexual – e com nefastas consequências para a saúde, educação e empoderamento das crianças, jovens e… more info

Estudo de avaliação do III Plano Nacional Contra a Violência Doméstica

(2010) Relativamente aos Planos anteriores, o III PNCVD procurou alargar e melhorar várias dimensões, particularmente na protecção das vítimas, na punição dos agressores, e sua recuperação sempre que possível, bem como na formação dos técnicos de várias áreas que lidam directamente com o problema e no aprofundamento dos conhecimentos. Todavia, onde se nota uma alteração… more info

Sistema Integrado de Informação e Conhecimento – 2ª fase

(2010) O SIIC – Sistema Integrado de Informação e Conhecimento é coordenado pela CIG (Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género) e propriedade da mesma, com o objectivo de apoiar a definição, monitorização e avaliação de políticas, o desenvolvimento de conhecimento e a tomada de decisão e intervenção de todos os actores sociais envolvidos,… more info

Sistema Integrado de Informação e Conhecimento – 3ª fase

(2011) O SIIC – Sistema Integrado de Informação e Conhecimento é coordenado pela CIG (Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género) e propriedade da mesma, com o objectivo de apoiar a definição, monitorização e avaliação de políticas, o desenvolvimento de conhecimento e a tomada de decisão e intervenção de todos os actores sociais envolvidos,… more info

Sistema Integrado de Informação e Conhecimento

(2009) O SIIC – Sistema Integrado de Informação e Conhecimento é coordenado pela CIG (Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género) e propriedade da mesma, com o objectivo de apoiar a definição, monitorização e avaliação de politicas, o desenvolvimento de conhecimento e a tomada de decisão e intervenção de todos os actores sociais envolvidos,… more info

Representações da Violência

(1992) Este trabalho tem o intuito de estudar as representações sociais da violência em Portugal. O seu objectivo e o seu objecto não se referem às práticas sociais mas ao significado que os indivíduos conferem a certos processos e situações, atribuindo-lhes a designação de violentos. A primeira dificuldade a superar numa análise da violência reside… more info

Avaliação de um Programa Integrado de Policiamento de Proximidade

(2006-2008) Estudos anteriores mostram que a acção policial e a sua proximidade aos cidadãos podem ser factores decisivos na eficácia do combate à criminalidade, bem como na instauração de um clima de segurança na população. Pretende-se agora avaliar mais rigorosamente as implicações sociais internas e externas da relação entre as organizações da PSP (esquadras) e o… more info

Violência contra as mulheres detectada nos Institutos de Medicina Legal

(2000-2002) Os fenómenos da violência e da criminalidade em geral, e em particular contra as mulheres, só parcialmente são observáveis. Em bom rigor, o investigador trabalha mais com a dimensão “aparente” do que com o fenómeno real, na sua totalidade, como o mostram os resultados dos Inquéritos de Vitimação realizados em Portugal pelo Ministério da… more info

Estudo sobre as relações existentes entre a saúde das mulheres e as várias dimensões de violência de que tenham sido vítimas

(2001-2005) O estudo deverá permitir o conhecimento da situação das mulheres cujas manifestações de doença ao nível físico e psicológico estejam relacionadas com actos de violência de que tenham sido vítimas, bem como a sua análise comparativa com as que dizem não terem sido vítimas. Primeiro, através da quantificação de todas as variáveis que o permitam,… more info

Os Custos Sociais e Económicos da violência contra as mulheres

(2000-2004) Este estudo centra-se sobre os custos sociais da violência contra as mulheres ao nível da saúde, da actividade profissional e da educação. O estudo desenvolveu-se em duas fases: na primeira criou-se as condições de pesquisa ao nível da recolha bibliográfica, da realização das entrevistas exploratórias e da preparação do questionário de um inquérito a… more info