Mutilação Genital Feminina em Portugal: Prevalências, dinâmicas socioculturais e recomendações para a sua eliminação

(2014-2015)

 

O tema da Mutilação Genital Feminina é um problema social de reconhecida gravidade, assente em questões de discriminação e estigmatização com base no género, refletindo uma das muitas formas de violência contra as mulheres – física, psicológica, sexual – e com nefastas consequências para a saúde, educação e empoderamento das crianças, jovens e mulheres vítimas desta prática. Assim o projecto intitulado “Mutilação Genital Feminina em Portugal: Prevalências, dinâmicas socioculturais e recomendações para a sua eliminação”, tem como principais objectivos: produzir conhecimento quantitativo e qualitativo que permita não só conhecer a prevalência do fenómeno em Portugal como aferir as representações e conhecimento da comunidade relativamente ao fenómeno e às respostas dos serviços de saúde, que factores mantêm, em Portugal, a prática, que factores mantêm, em famílias residentes no país, a prática fora de Portugal e ainda perceber que tipo de respostas existem por parte do sistema de saúde e a forma como é, por ele, encarado este problema.

 

Resultados

Lisboa, Manuel; Cerejo, Dalila; Teixeira, Ana Lúcia; Frade, Alice; Moreira, Catarina; Brasil, Elisabete; Oliveira Martins, Rosário; Moita, Gabriela (2015). Mutilação Genital Feminina em Portugal: prevalências, dinâmicas socioculturais e recomendações para a sua eliminação. Relatório Final.
Lisboa, Manuel; Cerejo, Dalila; Teixeira, Ana Lúcia; Frade, Alice; Moreira, Catarina; Brasil, Elisabete; Oliveira Martins, Rosário; Moita, Gabriela (2015). Mutilação Genital Feminina em Portugal: prevalências, dinâmicas socioculturais e recomendações para a sua eliminação. Vila Nova de Famalicão: Húmus.
Teixeira, Ana Lúcia & Lisboa, Manuel (2016). Estimating the prevalence of female genital mutilation in Portugal. Public Health, 139, 53-60. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.puhe.2016.05.002.